De forma geral, a ilha é reta e perfeita para ser explorada de bicicleta. Nas estações frescas, é o meio de transporte que se pediu a Deus. No verão, funciona bem como passeio, mas ir direto para um jantar romântico pode não ser uma boa estratégica. Os suados são muito incompreendidos.

No último ano, as bicicletas do Citibank se espalharam pela cidade. Você pode pegar o passe de 24 horas ($10), 7 dias ($25) ou o anual ($95). De qualquer forma, eles cobram 100 dólares no seu cartão, como garantia que você não vai surrupiar a bici alheia. Como na maioria dos lugares, existe ainda a regra de 30 minutos por vez.  Se você ultrapassar, paga uma taxa adicional.

Se as regras te amolarem ou se você não é fã da qualidade das azuizinhas, vá no Waterfront Bicycle Shop, no West Village. Eles alugam bicicletas italianas gloriosas, mais bonitas do que aquelas que habitavam os sonhos que antecediam o Natal, por módicas quantias.

Dois passeios são facéis, mesmo para pessoas sem espírito esportivo ou energia de sobra:

  • Ciclovia da margem do Hudson até a 72 Street. Dali, o Central Park é seu pra dar quantas voltas quiser. Pode ser um passeio de pouco mais de uma hora ou de cinco horas. Depende das paradas e da preguiça.
  • A mesma ciclovia no sentido contrário te conduz até o Battery Park, onde nada te separa do eterno azul.



  • Loading
    http://www.ovodecodorna.com/wp-content/themes/ovocito-v3

    Seja da nossa turma.
    Cadastre-se!

    Cadastre aqui seu email

    X

    Seja da nossa turma.
    Cadastre-se!

    Cadastre aqui seu email

    X