DOMINGO ANTI-DEPRESSIVO

| WILLIAMSBURG

Um dia Williamsburg foi um bairro cool de artistas bacanas e gente moderna. Hoje é tão caro e turístico quanto Manhattan, mas continua dando uma ilusão de que se está fugindo do circuito óbvio. Particularmente, valorizo bastante as ilusões. Mesmo que não seja seu caso, é difícil fugir daqui. Boa parte dos restaurantes, bares e lojas mais legais são nessas bandas.

Para quem está na cidade por uma temporada curta, uma das melhores formas de se  conhecer o lugar é nas tardes do final de semana.

Cubana Social é ideal para começar a excursão. O Bloody Mary combate qualquer resquício de ressaca e o Mojito genial te confere a leveza que o dia pede.

Com o ânimo certo, segue-se para o Flea Market, que é a versão contemporânea da casa da bruxa do João e Maria. Tudo é lindo, perfumado e irresistível. O denominador comum de todas as visitas há de ser o lobster roll do Red Hook. Quem acha que não gosta do crustáceo, invariavelmente, descobre que provou o errado e na maiorias dos casos que a receita de lagosta ao termidor da avó era um desastre. O endereço da feira varia dependendo do dia da semana e da estação do ano. Olhe com cuidado para não dar de cara com o vazio.

Depois de comer arepas, pupusas e o que mais tiver uma fila alvoraçada – a multidão merece crédito – é hora de deixar o quadrado mágico pra trás e se perder na disneylândia hipster. Seja para se apaixonar a cada esquina ou achar que é uma gente que leva o próprio estilo às últimas consequências, é um bairro com muitos atributos. Alguns sucessos:

  • Academy Records – poucas coisas são tão inúteis quanto vinis em viagem, mas é uma loja boa pra se perder sem maiores intenções.
  • Artists & Fleas – um mercado com roupas, bijouterias e todas as outras inutilidades que povoam esse universo.
  • Brooklyn Brewery – essa mini cervejaria tem um tour divertido, mas fazer uma degustação pode ser suficiente para os preguiçosos.
  • Meg Boutique – vestidos mimosos adaptados ao seu corpo em meia hora.

Cansou de andar? Nada mais normal, porque domingo não combina com exercício. No verão, o terraço do Berry Park e sua limonada estrelar reforçam o bom humor e o clima de alegria que impede qualquer sombra de síndrome de segunda-feira. No inverno, o Radegast é uma alternativa melhor, com música e comida bem boa.

Voltou a ter fome? Pegue um taxi e vá para o Roberta’s, onde um pedaço de pizza de caccio e peppe te prepara para novas jornadas. Depois disso, todas as outras pizza perdem parte da graça, o que é cruel, já que Bushwick não fica no caminho de ninguém.




  • Loading
    http://www.ovodecodorna.com/wp-content/themes/ovocito-v3

    Seja da nossa turma.
    Cadastre-se!

    Cadastre aqui seu email

    X

    Seja da nossa turma.
    Cadastre-se!

    Cadastre aqui seu email

    X