Não tem nada no mundo que eu ame mais do que carnaval.  Só que, de uns anos para cá, no Rio vem se tornando uma missão complicada. Durante essa época, dá a impressão de que as ruas encolheram e os taxistas tiraram férias coletivas. Por isso, resolvi curtir o carnaval em janeiro! Diversão garantida sem a sensação de formigueiro.

Fazendo uma cronologia ao avesso, o final de semana anterior ao carnaval é o mais animado do ano inteiro no Rio. Se  pudesse escolher uma data para estar por aqui, sem dúvida, seriam nesses 3 dias.

Na sexta-feira, a Orquestra Imperial faz um baile à fantasia no Circo Voador, na Lapa. Pode ir fantasiado sem medo, pois a galera se empolga, começando pelos integrantes da banda! Ao som de um repertório clássico, a festa vai até às 4 da manhã.  Se você der sorte,  pode assistir uma participação do Caetano ou do Seu Jorge, antigo integrante. A versão básica, porém, é sensacional e ainda conta com o com Dj Marlboro nos intervalos. Na volta pra casa, programe seu despertador.

Em torno das 9h siga para a rua José Linhares, no Leblon. É de lá que sai o Imaginô? Agora Amassa. Dessa vez, deixe sua fantasia em casa e venha com uma roupa fresca, pois o sol bate ponto no bloco. Se você gosta de pular carnaval, chegue cedo mesmo. O bloco começa bem animado e você vai gostar de ter espaço para dançar. Depois, ele enche e se torna um verdadeiro bobódromo, em que o maior foco é a social. Prepare-se para um mergulho no mar no intervalo ou um banho potente do infalível caminhão-pipa que acompanha o bloco. E reserve um tempo para comer um bolinho de bacalhau e tomar um chope no Bracarense, pois o bloco faz um estratégico intervalo em frente ao bar.

No domingo, é vez do Fogo e Paixão, bloco brega de sucesso. Vista todas as peças mais esquisitas do seu guarda-roupa e prepare a garganta para cantar Wando, Zezé di Camargo e Luciano, Rosana e outras preciosidades nacionais.  Lá pelas 10h, vá para o Largo de São Francisco, ache um lugarzinho na sombra e acomode-se, pois o bloco fica parado.

Dois fins de semana antes do carnaval começam as opções animadas. No sábado, em torno das 11h, o Spanta Neném  sai do Corte Cantagalo. Se você gosta de samba, fique bem pertinho da bateria. Logo depois do bloco, começa a festa de encerramento na Sede de Remo do Flamengo. Se quiser ir, não deixe de comprar ingresso com antecedência, pois eles esgotam e os cambistas abusam. Porém, minha sugestão é sair do bloco, almoçar, tomar um banho e ir para o ensaio do Corre Atrás, que começa às 20h no Clube Santa Luzia. Essa festa mistura roda de samba, marchinhas, shows variados e surpresas. Esse ano, por exemplo, teve “Batuque Digital”. Bom demais!

No domingo, caso você seja fã de música bahiana, corra para o Vira-Lata, em São Conrado, às 10h. Nesse bloco você se sente em pleno Barra-Ondina! Não deixe de comprar uma camisa para ficar dentro da corda. O preço não é o de um abadá, mas o faz de conta que vale.  Se você prefere samba, sua melhor alternativa é o Me Esquece, que sai em torno das 9h da Pacheco Leão e segue pela rua Jardim Botânico.

Se para você o carnaval ainda for uma possibilidade, vá ao Saara, compre uma fantasia, confete e serpentina, recupere sua voz e comece tudo outra vez!

 

 

 

 

 

 




  • Loading
    http://www.ovodecodorna.com/wp-content/themes/ovocito-v3

    Seja da nossa turma.
    Cadastre-se!

    Cadastre aqui seu email

    X

    Seja da nossa turma.
    Cadastre-se!

    Cadastre aqui seu email

    X