HORS CONCOURS

| VIDA NOTURNA

A vida noturna de Berlim faz o resto do mundo parecer amador. As festas duram dois, três e até quatro dias. Eles têm o melhor sistema de som e o entusiasmo nas pistas não deixa nenhuma dúvida sobre a questão. Igualmente impressionante é a preocupação patológica em garantir que ninguém estrague a atmosfera que levou tempo para ser construída.

  • KaterHolzig – o lugar é sensacional e a gang, exaltada. Fomos barradas sem pena. Como foi minha primeira vez, fiquei um tempo perplexa, sem acreditar na insolência da hostess. Esse momento foi suficiente para que um romeno nos resgatasse daquela situação, argumentando que éramos suas convidadas. Comportamento altamente suspeito. Agradecemos a gentileza e nos perdemos nesse reino da diversão adulta.
  • Kitkat Club – é um clube de fetiche e o nome não é uma definição charmosa. Um amigo que estava conosco precisou tirar a camisa para poder entrar e não encarar as barbaridades que eu vi foi a maior prova de boas maneiras que já dei. Apesar de chocante, essa visita relativiza seus conceitos de liberdade de maneira irreversível.
  • Gretchen – música boa, sem medo de ser barrado.
  • Panorama Berghain – não fica melhor do que isso. Eu li milhares de depoimento sobre a dificuldade de conseguir entrar nesse lugar. São teorias das mais diversas, algumas bem absurdas e morri de rir delas. Quando fui barrada com 2 amigos, depois de três minutos de deliberação entre os leões de chácara, não achei tanta graça. Morro de inveja dos aceitos.



  • Loading
    http://www.ovodecodorna.com/wp-content/themes/ovocito-v3

    Seja da nossa turma.
    Cadastre-se!

    Cadastre aqui seu email

    X

    Seja da nossa turma.
    Cadastre-se!

    Cadastre aqui seu email

    X